Noticias


Postado em 2019-10-13 20:14:45


Reflexão Estratégica e Ajustamentos às Medidas do Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos (PERSU 2020


Foi publicada a Portaria n.º 241-B/2019, de 31 de julho, que aprova o PERSU 2020+ (Reflexão Estratégica e Ajustamentos às Medidas do Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos (PERSU 2020)). https://lnkd.in/dyEuxCh (Portaria) https://lnkd.in/dwpzwSp (Link Portal da APA) hashtag#resíduos hashtag#resíduosurbanos hashtag#PERSU2020+



Postado em 2019-10-13 19:58:31


O livro "Sustainable Solid Waste Collection and Management", da autoria de Ana Pires, Graça Martinho, Susana Rodrigues e Maria Isabel Gomes ganhou por unanimidade o 1.º prémio da International Solid Waste Association (ISWA), o ISWA Publication Award 20


https://www.fct.unl.pt/noticias/2019/10/investigadoras-da-fct-nova-ganham-premio-internacional

A publicação vencedora explica a recolha de resíduos e de fluxos de resíduos sólidos como sendo um aspeto fundamental na gestão sustentável de resíduos. "Se eu fosse Professor, eu consideraria este livro como leitura obrigatória numa disciplina de gestão de resíduos", comentou Dave Ross, Associate Editor do Waste Management & Research Journal.

O livro resulta de uma parceria interdepartamental entre investigadoras do Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente e do Departamento de Matemática da FCT NOVA. 

O prémio foi entregue no dia 8 de outubro durante o ISWA 2019 World Congress, que decorreu em Bilbau. 

O livro encontra-se disponível em versão e-book e papel e pode ser adquirido aqui.



Postado em 2019-06-18 10:26:00


União Europeia quer controlar melhor desperdício alimentar


No âmbito do pacote legislativo para a economia circular, a União Europeia (UE) quer estabelecer uma metodologia para controlar e reduzir o desperdício alimentar. A metodologia em questão pretende ajudar os Estados-Membros a cumprir os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.

Para atingir os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, a Comissão Europeia (CE) quer estabelecer uma metodologia a nível europeu para medir o desperdício alimentar e definir indicadores adequados que permitam verificar o progresso alcançado. Será também criada uma plataforma para envolver todos os stakeholders da cadeia alimentar onde serão definidas as medidas para cumprir os objetivos, utilizando as melhores práticas disponíveis.

No entender da Comissão, é também necessário clarificar o que é ou não um resíduo no campo do desperdício alimentar, assim como facilitar o acesso de associações de solidariedade social, bancos alimentares e doadores a alimentos comestíveis. A adoção de legislação relevante neste âmbito está prevista para o final de 2017.

Relativamente aos alimentos para animais, a CE vai também elaborar orientações para a utilização de eventuais desperdícios para produção de ração animal que ainda estejam em condições de ser consumidos mas não comercializados (ex: bolachas partidas, pão duro).

Indústria e Ambiente